Ivan Justen: Como foi o seu sonho?

 Foto surrupiada na calada da noite d'Os Marlenes

Foto surrupiada na calada da noite d’Os Marlenes

Sonhei com um sonho,
um sonho bem gordo,
redondo, balofo,
com cara de Byron
e pâncreas de Poe –
o ar de Baudelaire
roubando Rimbaud.

Porém entretanto
nenhum sonho é uma ilha –

aumentando a redondilha,
um poeta brasileiro,
miserável e banguela
veio pro sonho e falou:
– Essa rima aí é velha!
Tira o sorriso do rosto
e vem jogar gol a gol –
e o gordo: – Não vou, não tiro –
e meu sonho só acabou
com seu último suspiro.

(Ivan Justen)

~ por Barbara Kirchner em 20/06/2013.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: