Da Era Língua Madura: Raiva Destilada

Clube Claudete

(Foto: Catarina Velasco)

.

RAIVA DESTILADA

Antonio Thadeu Wojciechowski, Octavio Camargo e Bárbara Kirchner

.

O sofrimento é um tipo de doença

que dá na alma

Vem misturado com arrependimento

remorso e amor próprio ferido de morte

Nem parei de respirar

e já me querem morto

o que ela disse de mim num momento de raiva

não se diz nem prum cachorro louco

É engraçado perder tempo com tristeza

se só lembramos dos momentos felizes

os tristes vão sendo apagados pouco a pouco

da face da Terra

Pra ir morar no inferno de sua casa paterna

onde habitam todos os demônios

parentes que por não terem bem de si pra falar

falam mal dos outros

.

(Para ouvir, clique aqui ou na foto)

~ por Barbara Kirchner em 04/04/2012.

2 Respostas to “Da Era Língua Madura: Raiva Destilada”

  1. Que beleza de ouvir! Me gusta, me gusta. Bjs

  2. Pra mim, essa é a canção Da Era Língua Madura!
    Saudades de você, Babi!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: