Ricardo Pozzo: Urbe Fágica

(Praça Tiradentes)


Poderia eu elevar-me a um lugar alto
Embebedar-me de orvalho e farto
Falar da solidão.

Pois há em mim um demônio
Que olha-me com olhos de sonho
E despe-se da razão.


Foto e poema : Ricardo Pozzo

(o texto está no filme “Depoemas sobre a Mesa” do Jota Eme, em homenagem ao Marcos Prado)

~ por Barbara Kirchner em 17/03/2012.

2 Respostas to “Ricardo Pozzo: Urbe Fágica”

  1. RP
    A cidade incandesce como se fora a laje das festas do inferno e mesmo assim é a brasa fria que não queima nadie!

  2. curitíbia, curitíbia, mon amour

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: